bjlryx4njccksrtsf5zdrx5562l922

Live in The Flow

por Judite B Rezende

Há lugares que são sempre a nossa casa

Há lugares que são sempre a nossa casa

E hoje, é um destes dias.
Em que ao entrar e encontrar este espaço que tem tanto de mim.
Ou na rua, no reencontro com os vizinhos que celebram animadamente o meu avistamento.

Muitas pessoas com quem falo, que nunca tiveram a oportunidade de viver num bairro tipo lisboense, consideram viver na cidade uma coisa fria, de gentes distantes…

Clica e lê o resto
Como conhecer a cultura de um lugar?

Como conhecer a cultura de um lugar?

Há um dito que diz: se queres conhecer a cultura de um lugar, de um país, cidade ou um simples bairro, vai aos seus mercados.
E eu sou mesmo uma apaixonada por mercados.
Viva onde viva, viaje para onde viaje, visite onde visito, vou sempre aos mercados.
E sabe-se tanto dos locais só por aquilo que os mercados apresentam.
Quando vivia aqui, vinha a este mercado todas as semanas, como hoje, aos sábados.
Fazia parte de um ritual.

Clica e lê o resto
desigualdades de género na liderança

Porque vivemos na liderança de (des)igualdades de género?

No feminismo luta-se muito pela inclusão e pela igualdade.
Mas muitas vezes é esquecido a importância de desenvolver o equilíbrio das energias femininas e masculinas em cada um de nós: mulheres e homens.

Porque, de facto, onde há maior aceitação e confiança no espaço para essa igualdade é onde estas energias são vividas e trabalhadas também dessa forma.

Clica e lê o resto
somos mais profundos que mostramos

Porque somos mais profundos que mostramos

Entre uma uma actualização de uma certa app, que abriu um novo campo para colocarmos a personalidade em destaque no perfil, e preparar a formação de liderança de amanhã, relembrei o meu tipo.

E deste momento surgiu uma gargalhada, que ecoou imensa num silencio (quase) ensurdecedor… porque não me tinha ocorrido antes dar essa resposta.

Clica e lê o resto
simplificar

Porque simplificar é essencial

Há tantas mudanças neste último tempo, que gritam desalmadamente sobre as minhas prioridades.
E por isso, esta é a hora de lhes dar voz, na vida… no tempo, tão precioso…
E agora está no tempo de pôr as leis do tempo a funcionar para mim, e focar no que é mais importante para mim no melhor que posso dar-te a ti e ainda equilibrar todas as restantes questões da minha vida?
Queres saber o que vem aí?

Clica e lê o resto